domingo, maio 28, 2017

Passei pela transição capilar


Olá pessoas !!!

  O papo de hoje é sobre um assunto que está fazendo a cabeça da mulherada, não é mais nenhuma  novidade,  pois a cada dia aumenta o número de mulheres que entram no processo de recuperação dos cabelos naturais. Sim estamos falando da famosa transição capilar. Para alguns é vista como moda, mas para quem decide assumir seu cabelo natural é o resgate da identidade.
  Durante cinco anos alisando o cabelo, nunca fiquei tão satisfeita como estou agora que passei pela transição, na infância eu tinha o cabelo muito cacheado e volumoso e eu não gostava nunca, usava-o solto, na adolescência eu resolvi relaxar. Com o passar do tempo quase não havia mais vestígios dos cachos, devido o excesso de relaxamento. Em outubro de 2010 fiz a primeira progressiva, amei o resultado, enfim tinha conseguindo o cabelo dos sonhos.


  Com o tempo o cabelo dos sonhos já não me satisfazia mais, toda vez que ia sair tinha que pranchar o cabelo, ficava horas na frente do espelho, muitas vezes estava um calor de 40° e eu estava lá suando e lutando com o cabelo. Foram várias as vezes que deixei de sair por não ter tempo para fazer prancha, até para ir à praia eu fazia escova, então entrar na água nem pensar (rsrs) foi em outubro de 2015 resolvi parar definitivamente com a química e assumir meus cachos, já tinha tentado outas vezes, mas, sem sucesso, sempre acabava voltando para progressiva, foi quando descobri  no you tube a Ana Lídia Lopes, os vídeos dela e também de outras meninas me incentivaram bastante.


  Percebo muita gente falando que é muito difícil passar por esse período de transição, realmente, não é tão fácil, no meu caso, o mais difícil foi lidar com alguns comentários, do tipo você fica mais bonita de cabelo liso entre outros, porém teve muita gente que me incentivou, a primeira coisa que fiz foi desapegar do comprimento, cortei um bom pedaço do cabelo, não fiz o BC, fui cortando aos poucos à medida que ele crescia eu ia cortando as pontas. Fazia texturização com coquinho, papel alumínio e às vezes usava lenços.


  Um conselho, só corte seu cabelo quando estiver segura que vai querer passar por esse processo todo, no dia que cortei o meu cabelo tirando quase toda a parte lisa eu de hora em hora me olhava  no espelho, agora já me reconheço (rsrs), quanto aos produtos não sei se foi assim com todas que passaram por esse processo, eu saí comprando tudo que via para cabelos cacheados fiz um verdadeiro estoque, hoje eu não faria isso o melhor é você comprar de uma marca testar e assim ir fazendo, dessa maneira você vai saber qual vai ser melhor para seu tipo de cabelo. Não se assuste e nem desanime se os cabelos crescerem ressecados, a solução é abusar da hidratação e reconstrução, para te ajudar nesse processo é bom você fazer um cronograma capilar. Não desistam meninas, curtam todas as fases da transição e aprendam com elas. A beleza vem de dentro e vocês são lindas de qualquer jeito.
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
beijos, até mais !!!

9 comentários:

  1. Parabéns por essa garra, não é fácil a transição e você como sempre muito determinada conseguiu passar pela sua transição sambando de salto 15.👏👏👏👏👏👏❤❤❤❤❤

    ResponderExcluir
  2. Parabéns linda!
    Como vc sabe também estou passando esse seu depoimento me deu mais forças ainda para passar por essa fase.
    E mais vc ta de parabéns mesmo conseguiu me prender a ler cada palavra agora que vc tenha muito sucesso pela frente ��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, que bom que você gostou, não desista no fim vai valer a pena .

      Excluir
  3. Gostei muito, ficou outra pessoa mas com a mesma essência linda! Viva os cachos e a beleza da vida

    ResponderExcluir
  4. parabéns .. kkk lembro perfeitamente quando vc tinha aqueles cachos na infância... parabéns que vc continue crescendo graduadamente....

    ResponderExcluir
  5. Hey amiga!
    Legal saber um pouco mais da sua história!
    Seguindo vc por aqui também!
    Beijos
    https://edarosa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. A transição faz parte do processo eu também passei por isso, numa época sem informação, graças a Deus as meninas de hoje não passam por isso.

    ResponderExcluir